Os retornos históricos do Bitcoin ao preço realizado

btc realized price

A ação do preço do Bitcoin em 2022 está em tendência de baixa, levando muitos a analisar a atual situação vivida pelo mercado de criptomoedas. Em tempos como esse, os analistas tentam prever como será o futuro, se baseando em diferentes modelos e indicadores. Uma métrica crítica a ser considerada é o “preço realizado”. Neste artigo, veremos os retornos históricos do Bitcoin para o preço realizado, e os cenários de curto e longo prazo em relação ao preço do BTC.

O que é o preço realizado?

O preço realizado é uma métrica chave para entender o mercado do Bitcoin. Ele mede o preço médio pelo qual cada Bitcoin foi comprado pela última vez, é o mesmo que dizer a base de custo de mercado. Ele é importante porque estabelece a linha entre lucro e prejuízo.

Ao contrário do preço de mercado, o preço realizado avalia o balanço das moedas mantidas em um endereço específico se baseando no valor que elas detém quando são transferidas de uma carteira para outra. Isso tem como base a suposição de que o Bitcoin é comprado no momento da transferência.

O preço realizado segue o preço de mercado do Bitcoin. Um aumento no valor de mercado do Bitcoin também faz com que o valor médio de compra aumente. O contrário acontece quando há uma queda. É uma maneira simples de saber se a maioria dos holders de Bitcoin estão registrando lucro ou prejuízo. Se o preço de mercado do Bitcoin estiver acima do preço realizado, os traders estarão lucrando. Se o preço de mercado do Bitcoin estiver abaixo do preço realizado, os holders incorrerão em uma perda.

O preço realizado e as baixas (bears

O preço realizado torna-se relevante em tempos de dificuldades de mercado. Uma queda no preço do Bitcoin abaixo do preço realizado pode sinalizar grandes vendas. O que se transforma, geralmente, em oportunidades de compra ou no potencial ponto mais baixo de um ciclo.

Alguns traders começam a vender quando, após uma queda, o valor do Bitcoin fica abaixo do preço realizado. Esses traders já registraram uma perda nesse momento, mas não estão confiantes em ficar em uma posição desfavorável, pois temem que a perda possa ser maior. Isso é intensificado pelo sentimento de baixa que varre os mercados financeiros durante uma desaceleração geral. Desde a mídia tradicional até as comunidades de mídia social, as previsões de quedas maiores sinalizam que mais perdas estão por vir. Historicamente, o Bitcoin tem passado um tempo considerável abaixo do preço realizado, como resultado dessas vendas massivas.

No entanto, à medida que a confiança dos investidores aumenta, o ciclo vai mudando. Já houve vários períodos prolongados de desaceleração do mercado. Os mais notáveis ​​foram observados nos anos de 2011, 2014, 2018 e 2019.

Desconsiderando a baixa de 2011, cada baixa durou menos que a anterior. Além disso, o preço realizado tem sido uma linha de suporte sólida durante estes episódios.

Esta tabela da Glassnode mostra a conexão entre os mercados em baixa (bear markets) e o preço realizado do BTC:

O preço do mercado do Bitcoin caiu de maneira significativa abaixo do preço realizado e permaneceu lá por mais de 100 dias em 2011. No período de 2014-2015, o preço de mercado ficou abaixo do preço realizado por quase 300 dias. O interessante a notar é que no ciclo 2014-2015, o tempo do Bitcoin sob o preço realizado foi menor do que a duração total da baixa.

O tempo que permaneceu abaixo do preço realizado foi ainda menor no período de 2018-2019, quando o preço do Bitcoin passou 133 dias abaixo do preço realizado. Em 2019-2020, o tempo que o preço do mercado se manteve abaixo do preço realizado foi de apenas sete dias, o que representou menos de 3% da duração da baixa.

De acordo com os dados, parece que o dinheiro inteligente continua a observar a linha do preço realizado como um indicador-chave do ponto mais baixo de um ciclo e como um sinal para a acumulação. O grande capital que flui depois que a linha de preço realizado é ultrapassada, poderia explicar a razão pela qual o tempo que permanece nessa zona continua a diminuir com o passar do tempo.

O preço realizado e o ciclo 2022

O preço do Bitcoin caiu para USD 18 000 em junho, marcando seu nível de preço mais baixo desde o ano de 2020. Essa queda também levou o Bitcoin a baixa até chegar no preço realizado pela primeira vez nos últimos dois anos.

Considerando que a última queda abaixo do preço realizado durou apenas uma semana, uma nova queda abaixo do preço realizado pode acontecer muito rapidamente. Em um evento potencial de “se piscar, perdeu”, os traders que estejam melhor preparados para comprar, aproveitarão a queda.

Isso sugere que a melhor oportunidade de compra deste ciclo pode ser muito curta. Além disso, com base na evidência histórica, uma queda abaixo do preço realizado pode sinalizar o ponto mais baixo de um ciclo. Se todas as baixas são mais curtas do que as anteriores, e se o tempo abaixo do preço realizado diminuir a cada ciclo, logo após o Bitcoin cair abaixo do seu preço realizado a recuperação poderá estar em um horizonte próximo.

Tags

Choose a language